Best in Travel 2011 – Top 10 Países para Visitar em 2011

Depois de dar a conhecer os top 10 cidades para visitar em 2011, em baixo estão os top 10 países para visitar em 2011, seleccionados pela conceituada editora de viagens Lonely Planet, no Best in Travel 2011.

Leia em baixo um extracto (traduzido) sobre os top 10 países a visitar em 2011:

1. Albânia

Há não muito tempo atrás, quando os Balcãs eram considerados um “só para os corajosos” destino de viagem, apenas os mais bravos dos bravos iam à Albânia. Desde que os mochileiros começaram a ir à Albânia na década de 90, histórias de praias azuis, boa cozinha, património, vida nocturna, aventuras acessíveis e a possibilidade de viagens não planeadas ao velho estilo e moradores armados para quem os viajantes são ainda uma novidade, foram escritas e contadas. Desejante de deixar de ser relacionado com o crime, a Albânia, anunciou “um novo Mediterrâneo Love ‘, através do seu conselho de turismo. A Albânia não ficará fora da estrada por muito tempo.

2. Brasil

Famosa pelo samba, futebol e paisagens cinematográficas, o Brasil sempre foi conhecido pela celebração (Carnaval sendo a manifestação mais evidente). Vencer as propostas para sediar tanto a Copa do Mundo 2014, como os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, o Brasil está a realizar uma enxurrada de novos projectos, com biliões de dólares destinados a infra-estruturas (não há sequer discussão sobre a construção de uma linha ferroviária de alta velocidade entre o Rio e São Paulo). Apesar da forte valorização do real, os viajantes devem beneficiar da adição de milhares de novos quartos de hotel e de uma concorrência acrescida por parte das transportadoras aéreas de baixo custo.

3. Cabo Verde

O mundo está a abrir os olhos para Cabo Verde. As ilhas têm começado recentemente a atrair turistas de países europeus. Este crescente interesse internacional está a trazer enormes mudanças a um arquipélago que olha e sente como se fosse nascido de uma mãe e um pai Caribe Africano.

4. Panamá

O umbigo das Américas, o Panamá tem ritmos que variam entre o moderno e o primitivo, como a linha de arranha-céus e de navios porta-contentores e a floresta densa e escura, não tão distante. Para muitos, a cultura do comércio definiu este minúsculo país tropical, mais conhecido como o atalho mais famosos do mundo. No entanto, os seus tesouros – da milenar cultura indígena a uma biodiversidade que surpreende – são muito mais profundos.

5. Bulgária

A Bulgária sempre teve os seus momentos – nas suas maiores cidades, nos seus picos cobertos de neve e estâncias de esqui baratas, nas suas praias de areia dourada e nas cidades antigas do Mar Negro. No entanto, ao longo dos anos, com a contribuição da história, a Bulgária perdeu-se no meio dos seus vizinhos mais famosos. Mas as coisas estão a mudar. Agora, orgulhosamente parte da UE do século 21, a Bulgária tem desfrutado de mais atenção e auto-confiança. As suas pistas de esqui são destinos de facto para os europeus à procura de alternativas mais baratas, ainda podem ser encontradas praias desertas e encantadoras no Mar Negro e a sua indústria de vinho é brilhante.

6. Vanuatu

Para aqueles em busca de experiências autênticas, Vanuatu é difícil de bater. De poderosas montanhas e cachoeiras trovejantes a vilas remotas, a enormes lagoas a ilhotas tropicais, há tanta coisa para oferecer, longe das multidões. Não espere encontrar resorts chiques e vida nocturna ao estilo de Cancun; com uma boa escolha de casas de hóspedes de gestão familiar em aldeias tradicionais e refúgios românticos, é um destino à medida para os eco-turistas.

7. Itália

A imprensa pode ser em grande parte propriedade do primeiro-ministro Sílvio Berlusconi, histórias de suborno, corrupção e escândalos sexuais podem ser notícias todos os dias, e a economia pode estar em crise, mas ainda é um dos lugares mais magníficos do mundo para se visitar. A comida é deliciosa, o sol é abundante e as cidades são sublimes, e há milénios de arte que vale a pena ver. Existem 44 Patrimónios Mundiais da UNESCO, mais do que em qualquer outro país.

8. Tanzânia

A Tanzânia é um lugar de grandes maravilhas – Serengeti, Ngorongoro, Kilimanjaro, Zanzibar … Mas isso não é tudo. Ela também tem grandes manadas de elefantes em Ruaha, leões em volta do Lago Manyara, santuários de chimpanzés em Gombe e Mahale e matilhas de cães selvagens em Selous. Há também o pôr do sol no rio Rufiji, quando a água ferve com hipopótamos e crocodilos. Na verdade, o país tem toda a panóplia de vida selvagem do leste da África – incluindo raridades como o macaco colobo vermelho, rinoceronte negro, as tartarugas-de-pente e raposas Pemba voadoras. Acha que já viu de tudo? A Tanzânia ainda tem uma surpresa ou duas para você.

9. Síria

Há uma atitude definitiva em ascensão nas ruas, em parte graças à economia controlada pelo Estado, que está a ser lentamente reformulada. Os turistas com baixo poder de compra podem amar este país, ficando em palácios amorosamente restaurados e beber cappuccino após o comprar no Souq. Mas com toda esta modernização é bom ver que algumas coisas ainda são as mesmas. A leste, os beduínos ainda as das suas ovelhas e recebem os estranhos nas suas tendas de pêlo de cabra para um chá.

10. Japão

O Japão tem a má reputação de ser um destino caro, mas é surpreendentemente acessível e amigável. Antes de ir, pare compre um Japan Rail Pass, que lhe concede acesso ilimitado à rede sofisticada de transportes deste país. A campanha para os Jogos Olímpicos de 2016 resultou com um aumento de sinalização em inglês em todo o país, factor que ajuda em muito os turistas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu