Hotéis Cápsula – Do Japão para o Mundo

Hotéis Cápsula – Do Japão para o Mundo

hotel-capsula-japaoO hotel cápsula está associado ao Japão, onde a densidade populacional e os custos imobiliários tornaram este produto viável no mercado.

Porque é que o resto do mundo está agora a descobrir o hotel cápsula?

Enquanto que os responsáveis dos aeroportos estão a descobrir que algumas pessoas querem tirar uma soneca, e outras querem dormir uma noite descansada, as cidades com imóveis caros, como Nova York, são “alvos” principais para colocar um monte de camas num pequeno hotel, e o hotel cápsula torna isso possível em ambos os casos.

O que é um Hotel Cápsula (Capsule Hotel)?

O termo surgiu como uma descrição de um espaço que oferece pouco mais do que uma cama e talvez um pequeno espaço de trabalho. Em alguns casos, eles são literalmente caixas de dormir. Em outros, são pequenos quartos onde você pode realmente caminhar alguns passos sobre o piso.

O Japão oferece estas opções à décadas. Para aqueles que querem uma estadia barata, tornou-se uma sólida opção de viagem. Pelo equivalente a mais ou menos €10 / noite, em alguns lugares, há o básico: privacidade, segurança e um colchão para dormir. A maioria também tem tomadas eléctricas para recarregar a bateria do seu telemóvel ou computador portátil, enquanto dorme.

O Conceito Hotel Cápsula e Aeroportos

Este conceito de hotel, encontrou o caminho das ruas apinhadas do Japão para os terminais ocupados da Europa Ocidental. O Grupo Yotel já possui este conceito no aeroporto de Schipol  em Amesterdão e em ambos os aeroportos de Heathrow e Gatwick, em Londres.

O objectivo da Yotel, é oferecer estilo e tranquilidade nesses ambientes. Os preços reflectem esta posição mais confortável e são mais elevados do que aquilo que você esperaria pagar por uma noite num hotel cápsula no Japão. A estadia mínima de quatro horas, no que a Yotel chama de “cabines” começa em £ 65 para o Terminal 4 de Heathrow e aumenta para £ 85, por uma noite.

Yotel em Nova York

O plano é trazer o conceito Yotel a Times Square, com 669 quartos no primeiro semestre de 2011. A Yotel quer ser conhecida como o “iPod da indústria hoteleira”, pelo menos é essa a frase da campanha de marketing.

Ao contrário da maioria dos modelos japoneses que fornecem espaço para dormir e trabalhar, mas não banheiros, o Yotel em Nova York vai oferecer 171 16 metros quadrados de espaço em cada quarto e casa de banho privativa. Mas o custo vai-se assemelhar a uma taxa de quarto de hotel de muitas cidades: $200 – $250 / noite.

Hotéis cápsula, cabines ou camarotes, o conceito geral é para que você pague um pouco menos por uma noite descansada em troca de menos espaço para vaguear e algumas outras amenidades. Será interessante e curioso ver se os viajantes low cost, estão dispostos a fazer a troca. Você faria?

Veja o vídeo feito pela Hostelworld.com, sobre os hotéis cápsula no Japão:

Este post tem 4 comentários

  1. Olá!

    Creio que há um erro na matéria quando diz que o Yotel oferecerá 171 metros quadrados de espaço em cada quarto e casa de banho! Seria um quarto meio que dois apartamentos onde moro! 🙂

    Ótimo site, a propósito, tento entrar ao menos uma vez por semana.

    Abraço!

  2. Onde escrevi “meio” no comentário anterior, leia-se “maior”.

    1. Olá Otto.
      Obrigado pelo reparo. Já está corrigido o erro.

      Abraço

  3. Pingback: #008 – Dormindo em casulos e energias alternativas | Putz! Tive uma ideia

Deixe uma resposta

Fechar Menu