O que Ver em Marraquexe

Vá você ou não seguir o nosso conselho sobre quando a melhor altura para visitar Marraquexe, o mais importante é ir e desfrutar da cidade. Saiba quais os lugares que não pode deixar de visitar:

Praça Jemma el Fna

Esta praça é o coração de Marraquexe e localiza-se na Medina (cidade velha). No final da tarde, esta praça transforma-se num local de entretenimento que não mudou muito desde os tempos medievais, com saltimbancos, acrobatas, encantadores de serpentes, músicos, dançarinos, contadores de histórias, etc.  As barracas de comida típica a um preço mais substancial dominam a praça, juntamente com centenas de turistas e locais.

Jemma el Fna está rodeada por cafés com vista para a praça assim, onde pode apenas relaxar e observar o mundo passar, caso esteja cansado de empurrões da multidão. Prepare-se para ser convidado a dar dinheiro quando tirar fotos dos artistas e parar para assistir ao entretenimento.

Souks

O souks são basicamente mercados disfarçados que vendem de tudo, desde frangos a artesanato de alta qualidade. Os souks de Marraquexe são considerados dos melhores de Marrocos. Se gostar de fazer compras e negociar, vai divertir-se bastante. Mesmo que não goste de compras, os souqs são uma experiência cultural que não vai querer perder. Eles são divididos em pequenas áreas que se especializam num determinado ofício ou negócio. Os metalúrgicos têm as suas pequenas lojas agrupadas, assim como os alfaiates, talhantes, joalheiros, comerciantes de especiarias e assim por diante.

Os souks estão situados a norte da praça Jemma el Fna e encontrar o caminho de volta pode ser um pouco complicado. Os guias são abundantes em Marraquexe, mas perder-se no meio do caos também faz parte da diversão. Se você se perder, basta pedir indicações para voltar à praça Jemma el Fna.

As Muralhas

As paredes da medina estão de pé desde o século 13. Cada porta é uma obra de arte. A porta de Bab ed-Debbagh é o ponto de entrada para os curtumes e proporciona uma oportunidade excelente para uma fotografia cheia de cores vivas. É um pouco malcheiroso.

Jardim Majorelle e o Museu de Arte Islâmica

Na década de 1920, os artistas franceses Jacques e Louis Majorelle criaram um impressionante jardim no meio da nova cidade de Marraquexe. Os jardins Majorelle estão cheios de cor, com plantas de todas as formas e tamanhos, flores, tanques de peixes e talvez o mais agradável, a tranquilidade. O edifício azul e amarelo que os artistas Marjorelle usaram como estúdio, agora abriga o Museu de Arte Islâmica. Este pequeno museu inclui alguns bons exemplos de arte tribal marroquina, taapetes, jóias e cerâmica.

Os jardins e o museu estão abertos diariamente, estando fechados à hora de almoço.

El Palácio Bahia

Este palácio é um maravilhoso exemplo do melhor que a arquitetura marroquina tem. Há muitos detalhes, arcos, gravuras e além do mais foi construído como residência de um harém, o que torna ainda mais interessante. O palácio está aberto diariamente, com uma pausa para o almoço, embora seja fechado aquando das visitas da família real.

Palais Dar Si Said (Museu das Artes Marroquinas)

Um palácio e museu num lugar só, merece uma visita. O palácio é rico e belo, com um pátio onde pode relaxar e tirar umas fotos. O museu exibe jóias, trajes, cerâmicas, punhais e outros artefatos. O museu está aberto diariamente. Fecha à hora de almoço.

Ali ben Youssef Medersa e Mesquita

O Ali ben Youssef Medersa era um colégio islâmico construído no século 16 e podia abrigar até 900 estudantes. A arquitetura está muito bem preservada. Pode explorar os pequenos quartos onde os alunos costumavam viver. A mesquita é adjacente ao colégio.

Túmulos de Saadian

A dinastia Saadian dominavam a maior parte do sul de Marrocos, durante os séculos 16 e 17. O Sultão Ahmed al-Mansour criou estes túmulos para ele e para a sua família no final do século 16. Os túmulos foram selados e só foram redescobertos em 1917. Consequentemente, eles estão muito bem conservados. Apesar de estar situado no coração da agitada Medina, os túmulos estão rodeados por um belo jardim.

Os túmulos estão abertos diariamente, exceto à Terça-feira. É aconselhável chegar cedo para evitar grupos de excursões.

Conhece algum lugar em Marraquexe que nenhum viajante pode deixar de visitar? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Fechar Menu